Recomendação de livros

Quem gosta de livros de guerra tem que ler “Band of Brothers” (“Companhia de Heróis” no título em Português). Um dos melhores que já li, ele conta a história da Easy Company do 506º Regimento de Infantaria Pára-Quedista do Exército dos EUA na 2a guerra.

O foco do autor são as histórias dos “citizen soldiers” — os cidadãos comuns que foram convocados para lutar contra o fascismo na Europa.

O livro usa centenas de entrevistas, cartas e documentos para traçar um retrato real do dia-a-dia do combate, do ponto de vista dos soldados.

Stephen Ambrose é um narrador primoroso, e captura totalmente a imaginação e a emoção do leitor.

É um excelente livro para entender uma experiência essencial da vida dos americanos, e como essa experiência se reflete em todo o resto.

É um livraço (como todos os outros que eu recomendo).

https://amzn.to/3iPSgyQ


Recomendação de livros

A recomendação de hoje é um livro biográfico que dá vontade de se ler de uma vez só. E é surpreendente: Danuza Leão é mestre do texto, combinando emoção, leveza, bom humor e ironia nas doses certas. Danuza esteve no centro dos principais acontecimentos políticos, sociais e culturais do país desde a década de 50. Ele narra sua vida — uma vida fascinante, imprevisível e bem-vivida, cheia de episódios comoventes — enquanto, ao mesmo, conta a história do Brasil.

É a história de uma mulher que construiu seu caminho com liberdade, independência e determinação, sem pagar pedágio moral ou ideológico a ninguém. É um livro sobre uma mulher moderna escrito — e isso não é pouco mérito — sem qualquer lacração.

O livro foi best-seller quando lançado, e merecidamente.

Eu acho que vocês vão adorar.

https://amzn.to/3ohyQE6


Recomendação de Livro

Para entender o que está acontecendo na Europa hoje é fundamental entender o que acabou de acontecer. O livro Pós-Guerra: História da Europa Desde 1945, de Tony Judt, vai te contar isso.

Judt explica as transformações da Europa, partindo da inacreditável devastação e pobreza do final da Segunda Guerra e passando pela milagrosa recuperação da Europa Ocidental e pela queda da Europa Oriental nas garras do comunismo.

No caminho, ele explica a ascensão de Margaret Tatcher, o fenômeno do terrorismo, a decadência e fim dos impérios coloniais e as escolhas feitas pelos líderes e povos europeus — nem sempre sensatas…


Recomendação de livros

A recomendação de hoje é um clássico da literatura brasileira. Um livro leve, comovente e muito bem escrito que conta a trajetória do jovem escritor Eduardo Marciano desde a infância em Minas Gerais até a maturidade no Rio, nas décadas de 1950/60/70, e sua busca por uma razão de viver.

É um retrato surpreendente de um mundo que parece tão distante, mas com o qual — como o livro mostra de forma magistral — ainda temos tanto em comum.

É um livro absolutamente necessário.

https://amzn.to/3qFC7hW


Uma das tragédias da modernidade é o chamado “ciclo de 24 horas de notícias”.

Há 50 anos o cidadão se informava através de programas jornalísticos com horário certo no rádio e na TV, e lendo meia dúzia de jornais.

A TV começava a transmitir ao meio-dia e encerrava pouco depois da meia-noite.

Acredite se quiser.

Com o surgimento das TVs por assinatura foram criados os canais de notícias, que funcionam 24 horas por dia.

24 horas no ar transmitindo, comentando — e, quando necessário, fabricando — notícias.

Tudo é notícia.

É uma fábrica de doidos.

É uma fábrica de doidos doutrinados, porque a escolha, a apresentação e a análise das notícias sempre segue direcionamento…


Recomendação de livro.

A recomendação de hoje é pesada. Pesada de erudição, de valor cultural e de peso físico também. A Enciclopédia da História Mundial é uma daquelas referências essenciais que você precisa sempre ter ao alcance da mão (a minha fica no banco da mesa da cozinha).

Eu gosto de abrir ao acaso e começar a ler. São mais de 20.000 verbetes que cobrem desde a pré-história até o ano 2.000. Os itens são agrupadas por região geográfica, permitindo uma visão em profundidade de eventos distintos, ao mesmo tempo em que apresentam uma linha do tempo virtual da história humana.

O texto…


Eleições são a forma de acesso do cidadão aos poderes Executivo e Legislativo nas repúblicas democráticas. Mas o que são democracia e república ?

Democracia vem da palavra grega dēmokratiā, formada por dēmos — povo — e kratos — força. É o governo do povo. É uma forma de divisão do poder político criada nas cidades-estado da Grécia antiga. Nessas cidades, os cidadãos se reuniam para decidir que leis deveriam ser criadas para o governo comum.

A democracia grega excluía mulheres, escravos, estrangeiros e todas as pessoas com menos de 20 anos de idade. Os cidadãos votavam apenas para decidir sobre leis; a escolha dos ocupantes de cargos políticos e administrativos era feita por sorteio. …


Apresentação do Novo no Clube Israelita Brasileiro, em setembro de 2014

Publiquei essa carta de despedida em julho de 2016

Prezados amigos, estou completando um ciclo em minha vida. Estou de saída do Novo, um movimento que ajudei a fundar e construir.

Desde o inicio de 2015 uma série de decisões e atos, vindos da direção do partido e de seus prepostos, transformaram um movimento ativista, voluntário e engajado em uma organização autoritária, arrogante e desrespeitosa com os indivíduos.

Foi realizada uma eliminação sistemática de qualquer pessoa que demonstrasse liderança e iniciativa. É enorme e pública a lista de pessoas que foram “demitidas” de posições de liderança ou convidadas a se retirar do partido ao menor sinal de independência. …


A mistura tóxica de bandidolatria, ideologia e lei penal faz mais uma vítima no Brasil.

Bruna Carla Borralho, Sargento do Exército Brasileiro, foi assassinada hoje na Baixada Fluminense, enquanto aguardava ajuda mecânica para o seu carro.

Não haverá faixas penduradas em universidades perguntando “Quem Matou Bruna?”. O movimento feminista não organizará uma manifestação contra esse “feminicídio”.

Deputados de esquerda não farão discursos raivosos denunciando a opressão e a violência do crime. Não haverá “mexeu com uma, mexeu com todas”. Nenhum artista famoso vai declamar o obituário da Sargento Bruna em horário nobre.

Mas o pior de tudo, o mais revoltante, obsceno e doloroso aspecto dessa história é a impunidade garantida por lei aos seus assassinos.


É dificil merecer uma cidade como o Rio.

Alguém que pisa as areias de Ipanema e olha para as ilhas Cagarras pode ter a impressão de que lá atrás, a milhares de milhas, está a África. Este é um engano comum; a maioria não sabe que exatamente na altura do Rio de Janeiro o continente sul-americano faz uma dobra para oeste quase paralela ao equador. Na verdade quem olha na direção das ilhas Cagarras está olhando o sul. Uma linha reta traçada da rua Teixeira de Melo até as Cagarras, se prolongada indefinidamente, rumará direto ao círculo polar, passando ao largo da Ilha da Geórgia do Sul, cruzando…

Roberto Motta

Empreendedor, professor, engenheiro, mestre em gestão, escritor e pai. Defensor da liberdade do indivíduo contra todas as tiranias.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store